Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Contraluz

por amorlíquido, em 17.11.20

O sol mal acabara de nascer num ímpeto de protagonismo ainda pouco amadurecido. Talvez escondido pela vastidão do ultrapassável, cuja acumulação tornara míope o vislumbre da realidade. Entre ele e o mundo outro permanecia uma transparência embaciada, fruto da precipitação do dia anterior.

Sobre a mesa redonda, entre pensamentos pouco escritos, sentia-se o aroma torrado de um café acabado de fazer. O arrependimento engolido em seco, de pálpebras trémulas que tingiam os papéis em branco, tornara urgente a expulsão do que acorrentava o peito. Ao passado pouco vivido. Ao presente por viver. E, sem querer, ao rasgar a pele desiludida, a luz do verão apareceu. 

As flores falecidas por dentro derramaram o sangue deprimido de um corpo sem norte. Aliviado por respirar nas pausas do tempo, crescido das suturas que o protegeram da morte. Sob a madeira velha que rangia, a ansiedade mostrava-se num ritmo descompassado. Pela incerteza de um destino só. Pelo medo de escolher o fim ao qual não se pertence. Ele, fundido ao que não volta, aguardava que o futuro lhe trouxesse a sorte. 

Numa chuva interrompida por soluços do vento, o lápis tremia em rabiscos feitos à pressa, com palavras soltas guardiãs do que mais revolta. Porque era seu e foi perdido. Porque se entregou e foi esquecido. Mas no esquecimento sempre habitou o antónimo de amar. Entre a ausência e a possessão talvez exista o tempo de fugir dessa prisão. Que em contraluz a favor do luar, as lágrimas correm para o desaparecimento. Do que parou os minutos da mente, do que travou corações para sempre. E quando o dia próximo for seu, sobreposto ao hoje que estará por viver, quem sabe se o calor do café não será bebido sem não mais doer. 

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

Imagem de perfil

imsilva a 17.11.2020

O contraluz sempre fará parte das nossas vidas.
Imagem de perfil

cheia a 17.11.2020

Se o calor do café for a solução! Então, feliz o coração.

Boa noite!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D