Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


A obtusidade do não sentir

por amorlíquido, em 08.02.21
Se um triângulo se compõe de três linhas retas 
a vida é mais curvilínea que as letras com que aqui escrevo
sem esquinas nem mentiras,
somente uma continuidade despida de ângulos agressivos.

Não sei do que falo nem o que sou.
Começo na geometria,
a meio com poesia e
no final já nem me lembro como começou.

Não sei.
Na negação desse verbo onde a simplicidade e a indefinição se abraçam,
saber que não se sabe já é ser sábio de alguma coisa, 
mas não sei apenas que pouco sei.
Sei também que as linhas com que aprendi a desenhar a minha casa,
hoje imagino-as na minha pele
sem esconder o que não me torna diferente,
elas choram a cor dos meus pedaços,
transpiram o que mais não cabe no muito que não tenho como saber.

Sangram a cor do não saber como esperar
e na perfeição da retilineidade que deu
lugar ao caos da não forma,

deixei-me respirar no que nunca ninguém soube
os que consigo levaram a chama que queimou as convergências do meu ser
até nada restar, até nada mais sentir
sabendo apenas que os polígonos também gritam
mas que é no silêncio que a erudição do que guardam
conhece o mundo dos lugares vazios.

Autoria e outros dados (tags, etc)


12 comentários

Imagem de perfil

Olga Cardoso Pinto a 08.02.2021

Magnífico poema, a geometria é linda mas em poesia é melhor.
Tudo de bom.
Bjs
Imagem de perfil

amorlíquido a 09.02.2021

Obrigada Olga, pela visita e pelas palavras.

Um dia com sorrisos

Beijinho
Imagem de perfil

Fleuma a 08.02.2021

E porque não, mesmo em silêncio erudito, pensar nesta geometria, como geometria de labirinto onde é possivel viajar. Deixar que quem escreve seja quem guia.

É estranha esta poção. Mas fascinante!


saúde,
Imagem de perfil

amorlíquido a 09.02.2021

Sempre gentil nas palavras!
Fico feliz que tenha gostado

Fique bem
Imagem de perfil

cheia a 08.02.2021

Excelente!

Boa semana!
Imagem de perfil

José da Xã a 08.02.2021

Misturar geometria com poesia é me mestre!

Jamais me passaria tal pela cabeça.
Muito bom!
Imagem de perfil

amorlíquido a 09.02.2021

Às vezes passam-me estas extravagâncias pela cabeça, o que fazer?!

Um dia bonito para si

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D