Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A irmã da liberdade

por amorlíquido, em 03.03.21

Sou irmã da liberdade.
Nascemos em momentos diferentes, eu sei,
ela é mulher independente
nariz empinado ligeiramente
no desejo de tudo quanto luta por viver.

Antes nascera eu
irmã mais velha,
um pocuo tímida
embora certa do meu querer.
A brincar fui crescendo
e sem notar aprendendo
o que cada dia mais não volta a trazer.

O meu pai destino costumava dizer
que vim ao mundo para ensinar
que não há riachos nem prados verdejantes
sem regar as histórias
onde nos deixamos ser instantes.
Do romance com a sabedoria minha mãe
nascera a vida, algo maior
menina que partiu cedo
antes dos mapas surgirem no rosto dos nossos pais.

Entre sonhos sussurraram
que à medida que crescêssemos
o destino iria confundir-nos
pela volatidade da sabedoria
a efemeridade da juventude
a nunca esquecida saudade.
Eu sou a vida
e sou irmã da liberdade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sonhar até não haver caminho

por amorlíquido, em 02.03.21

Pensar que viver é um verbo, que o podemos conjugar em cada tempo, mas, na realidade, projetamos a vivência nossa num lugar que tantas vezes se acobarda de existir.

Quantos "viverei" se tornarão num presente não vivido, onde o passado desconheceu a crença ingénua da finitude da vida?

t,dmhf.jpg

(Lagoa das Sete Cidades, São Miguel, Açores, Fevereiro de 2019)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Agradecimento SAPO BLOGS

por amorlíquido, em 01.03.21

Não costumo ter o hábito de fazer duas publicações no mesmo dia, mas, hoje, queria aqui agradecer à Equipa SAPO BLOGS pelo destaque que proporcionou ao meu texto, cuja partilha foi feita há uns dias sobre MeToo: as 5 lições que aprendi.

Mais que a honra que sinto pelo destaque, agradeço-o pela importância, visibilidade e pela voz que o mesmo assume no sentido de ajudar quem atravessa/atravessou situações semelhantes.

Que o meu testemunho constitua uma mão amiga e um abraço sincero no caminho da superação dos que precisam. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Amar também se aprende

por amorlíquido, em 01.03.21

Se amar não doer

quem sabe amor não seja,

que até o vento quando deseja

faz o mar enlouquecer.

 

Amor é o sumo da laranja

a sombra de uma Primavera

é o sorriso da criança 

num corpo adulto que amando, espera.

 

Se amar te deixar em farrapos

amor não acredites ser

pois quem caminha nu só de sapatos

traz a alma sob os trapos

num vazio que o mundo há de esquecer.

 

Amar é a calmaria de um voo regresso

e a fúria do tempo quando parte.

Amar são todas as vezes que tropeças 

na dúvida de o amor também ser arte.

 

Se amar não cheirar a maresia

mas trouxer à vida o assobio de um último canto,

talvez amor ainda possa ser

que amar aprende-se de improviso

quando descobrimos que é amor

o que nos salva de morrer.

 

Pin by April SaboLay on Engagement Photos & Couples | White photography,  Black and white photography, Photography

(Fotografia: April SaboLay)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sessão de cinema

por amorlíquido, em 26.02.21

Hoje deixo-vos uma sugestão para ocuparem a vossa tarde do domingo que se avizinha. Para quem tiver os canais TVcines, no TVcine Emotion vai estrear o Les Miserables - The Staged Concert, às 16h55. É uma forma boa de passar a tarde em família, miúdos e graúdos, a assistirem a um dos maiores espectáculos de sempre.

Já sabem, quem não tiver oportunidade de ver, podem sempre colocar a gravar ou puxar atrás mais tarde!

Les Miserables: The All-Star Staged Concert Tickets - Musical Tickets |  London Theatre Direct

Bom fim de semana e sejam felizes 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Malmequer

por amorlíquido, em 25.02.21

 

Foi de ti que recebi

 a pétala sem cor nem graça

de olhos cansados

e ao frio desprotegida,

em curvas de pontuação paciente.

Na penumbra de ciúmes calados

entre florestas de histórias recordação,

às luzes, as memórias e

à essência, o que ela sente,

à inveja que enamora

pelo perfeito se derrete

no que em ti pude ver,

na janela por onde entrei

mil livros derrubei

na minha pele escondida

do ser que não sabe ser,

do ser que não se sabe o que é.

Do ser que é tudo

menos ser que nunca é.

Flowers in Black and White - Annette Schreiber - Fine Art Photography

(Fotografia: Annette Schreiber)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D